Os problemas com as entidades de gestão

Os problemas com as entidades de gestão

 

Mesmo que não estejamos associados à SGAE, podemos ter problemas e que nos exijam pagar direitos de autor por usar nossa própria música. Ao primeiro movimento, vão nos pedir que paguemos à SGAE. Isso pode ocorrer no caso de realizarmos uma apresentação, irmos a um estúdio de gravação e compremos ou utilizemos gravadores de CDs. As empresas e entidades especializadas nessas questões estão acostumadas a que todo o mundo esteja associado à SGAE.

Nas apresentações, farão pagar ao dono do local. Talvez possa passar despercebido, mas é importante falar com o dono para que não os pague, já que a SGAE não nos representa, e não tem direitos sobre as canções que vamos tocar.

Mas onde vamos encontrar mais problemas é nos estúdios de gravação e nas empresas que gravam CDs. Teremos que falar com os responsáveis e lhes explicar que não estamos associados à SGAE e que as composições são originais. Pode ser interessante levar os papéis do registro da propriedade intelectual. Em uma ocasião, para que lhes fizessem as cópias, a Punkmuki teve que entregar um papel assinado por um membro do grupo no qual se expressava claramente que renunciavam a que a SGAE gerisse seus direitos de autor.

Também há quem conseguiu um certificado de que NÃO pertence à SGAE, autenticado pela própria SGAE, mesmo que lhes tenha custado muitas idas e chamadas e um número interminável de gerenciamentos.

<< Venda e distribuição de CDs

>> Alguns linques de interesse

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s